Fundações de Amparo à Pesquisa

As Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs) estão presentes em 24 das 27 unidades federativas do Brasil. Essas entidades são vinculadas aos governos estaduais e promovem o incentivo à ciência em quatro eixos principais.

  • Fomento à pesquisa, pelo financiamento a projetos em todas as áreas do conhecimento.
  • Fomento à formação de recursos humanos, pela concessão de bolsas em todos os níveis de formação.
  • Fomento à inovação, pela articulação de programas que associam pesquisadores e empresas.
  • Fomento à divulgação, difusão e popularização de CT&I, apresentando à sociedade os resultados alcançados pelos trabalhos financiados pela Fundação.

Para tal, uma FAP opera segundo programas institucionais de fomento e realiza, para cada programa, os processos de programatização, chamada pública (convocatória ou em fluxo contínuo), avaliação, contratação, acompanhamento e divulgação.

A Plataforma OPP-X apoia a execução de todo o ciclo de vida dos programas institucionais de fomento promovidos pelas FAPs para o incentivo à ciência em seus quatro eixos de atuação.

Papéis envolvidos no processo - OPP-X

Diretor

Visualização de indicadores estratégicos e acompanhamento de programas de fomento.

Coordenador

Gerenciamento de programas de fomento, visualização de relatórios e geração de documentos.

Prestação de contas

Análise e pareceres de relatórios técnicos e financeiros de prestação de contas.

Pesquisador proponente

Criação, submissão, acompanhamento e execução de projetos de pesquisa.

Consultor Ad-Hoc

Visualização de convites e submissão de avaliações.

Comissão de avaliação

Avaliação em comissão de projetos de pesquisa submetidos a programas de fomento.